Jovem garçom entra no mar após ouvir ‘socorro’salva a família inteira e vira herói

No último domingo 9, o jovem Guilherme Tawan dos Santos de 18 anos se preparava para dar inicio ao seu trabalho no quiosque.

- publicidade -

Tudo aconteceu de repente, o jovem ouviu um grito de socorro dos familiares das vítimas. O jovem se tornou um herói, após salvar a vida de três pessoas da mesma família, que estavam se afogando no mar em Mongaguá.

Segundo o relato do jovem, o caso aconteceu no último domingo, na praia do bairro de Vera Cruz. O rapaz explica que tinha acabado de chegar no seu local de trabalho onde ouvir os gritos de uma família.”Eu vi o meu amigo correndo em direção à água, e nem pensei duas vezes para saber que estava acontecendo”.

Quando se aproximou da beira do mãe, ele se apercebeu que três pessoas estavam a se afogar ao mesmo tempo, e com uma distância mais ou menos de 30 metros da faixa da areia. Quando ele notou que o seu amigo não conseguia chegar até as vítimas, ele mesmo assumiu em tirar as pessoas do mar.

“Apenas pedi a Deus que me desse esse fôlego e entrei pelo mar dentro para salvar as pessoas”.

Foi nessa altura que Guilherme nadou até cada uma das vítimas que se estavam a afogar e com a ajuda do colega, que estava esperando na parte rasa da pria, conseguiu retirar as três pessoas da água”. “Quando eu deixei a segunda pessoa a salvo com meu amigo, me senti mais fraco, quase perdendo o fôlego.

Foi aí que eu respirei fundo, e voltei a entrar pelo mar dentro para ir buscar a terceira”. “Quando já regressei a praia com a terceira vítima, os guarda-vidas entretanto chegaram e me ajudaram a tirar ela da água juntamente com meu amigo.

Só nesse momento, eu me deitei na areia, já sem forcas e com muita dor, mas agradecendo a Deus por ter conseguido salvar essas pessoas”,desabafa. Ainda segundo o rapaz, um dos familiares das vítimas o agradeceu por ter salvo todos que estavam se afogando, nelas estando envolvidos 1 homem, 1 adolescente e 1 criança.”Uma das mulheres que pediu socorro, me abraçou e agradeceu, mas eu já estava muito fraco, acabei nem por conversar, só vi que todos choravam muito.

“A praia que estava na altura quase vazia, os bombeiros só chegaram um tempo depois. Eu não faco a minima ideia, o que podia ter acontecido se por acaso nós não estivéssemos por ali. Também tenho que agradecer a Deus por ele me ter dado a oportunidade de salvar as pessoas. Na próxima temporada, eu vou optar por fazer u curso de guarda-vidas para assim eu poder ajudar mais pessoas”, termina.

 

 

 

 

 

 

- publicidade -

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!