Imagens de professora colocando crianças dentro do saco de lixo em creche de São Paulo causa revolta não web

Um caso absurdo que causou revolta nos pais e nos internautas.

- publicidade -

Um caso polêmico está gerando a maior revolta na internet e também entre os pais na cidade de Restinga interior de São Paulo. Trata-se de imagens capturadas pelas câmeras de segurança dentro de uma sala de aula de uma creche municipal da cidade, onde mostra uma professora colocando crianças de idade aproximadamente de três e quatro anos dentro de um saco de lixo. A professora conta com ajuda da estagiária para colocar as crianças dentro do saco.

O caso absurdo aconteceu na Escola Municipal de ensino básico e a Polícia Civil que está investigando o caso anexou os vídeos ao inquérito que foi instaurado pela instituição no mês de outubro. A Polícia Civil começou a investigação depois que as mães denunciaram os maus-tratos contra as crianças.

De acordo com informações do delegado que atua no caso, Eduardo Bonfim, através das imagens é possível perceber que as mulheres agiram para castigar os alunos indisciplinados e que deverão pagar por sua conduta suspeita.

A professora que aparece nas imagens se chama Silma Lopes e conta com a ajuda de sua estagiária, uma menina menor de idade que também irá prestar depoimento sobre o caso em questão.

A Prefeitura de Restinga informou que a professora foi afastada de seu cargo e a prefeitura também abriu um processo administrativo que irá apurar todos os fatos do caso. A estagiária também foi desligada da prefeitura, pois abandonou seu posto de trabalho assim que as imagens se tornaram públicas.

O caso só veio a público depois que a mãe de uma das crianças fez a denúncia. Ela contou que o filho chorava muito na hora de ir para creche e não queria frequentar o local por medo da professora. Outras mães contaram que os filhos também estavam com medo de ir para creche.

A informação é de que a professora pegava os alunos indisciplinados e os colocavam dentro do cesto do lixo e tampava o cesto de lixo enquanto obrigava os outros alunos contarem até 10 para que as crianças pensassem que fosse uma brincadeira, mas na verdade era uma forma de punição por mau comportamento.

 

- publicidade -

Escrito por Cláudia Lm

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.