Cobra ataca o rosto de cinegrafista no momento da filmagem

A cobra, considerada uma das maiores, mordeu o homem no rosto durante uma filmagem para um programa de TV.

- publicidade -

Ataques de cobras no rosto não são muito comuns, por que geralmente esses animais vivem no chão o que torna um ataque mais elevado quase que impossível, a não ser que venhamos a nos aproximar de tal maneira que o animal consiga nos alcançar. Um caso como este, bem raro aconteceu com um cidadão que fazia parte de uma gravação.

Um homem foi atacado por uma cobra enquanto fazia uma gravação para a TV. No momento em que o ataque aconteceu, ele não estava sozinho e por muita sorte, ou por um milagre, o homem saiu vitorioso depois de sofrer o brutal ataque.

Enquanto realizava as filmagens para um programa de televisão, este perito pagou um alto preço quando uma píton birmanesa que ele estava segurando o mordeu diretamente em seu rosto.

Com um comprimento que pode chegar até cinco metros, a píton birmanês (Python bivittatus) é considerada uma das maiores cobras do mundo. Dado também, que é um constritor, não tem medo de usar o seu corpo poderoso para estrangular sua presa até o último suspiro.

Mesmo que você esteja familiarizado com elas, este réptil ainda é extremamente perigoso, e qualquer ataque efetuado pode levar a algo assustador, se não até mesmo a morte.

E isso foi o que aconteceu com este homem nos Estados Unidos, quando o especialista em cobras pegou uma píton birmanesa de vários metros de comprimento. Nem tudo o que estava acontecendo ali foi planejado.

Apesar de manterem a boca da cobra fechada para evitar qualquer acidente, o animal saltou em direção ao rosto dele e o mordeu. Toda a provação traumática foi filmada e, como se pode ver nas fotos, o homem felizmente conseguiu sair ileso dessa terrível situação.

Pode-se perceber que o homem permaneceu calmo enquanto sangrava profusamente, e então recebeu a ajuda de sua esposa que o estava acompanhando.

Depois que eles conseguiram bloquear com sucesso a respiração do réptil com os dedos, eles tiveram a ideia de colocar um suco de cranberry na boca da cobra. O sabor, o cheiro incomum e a frescor da bebida fizeram com que o animal se acalmasse.

A píton birmanesa é originária da Ásia e tem provocado grandes problemas nos EUA, especialmente na Flórida, onde ela é considerada uma espécie invasora. Não menos que 1.330 pítons foram encontradas e capturadas nos Everglades.

 

- publicidade -

Escrito por Luíza Queiroz

Apaixonada por culinária e redatora nas horas vagas. Amo escrever sobre todos os assuntos. Contato: [email protected]